Bolo de Panquecas com Nutella e Molho de Caramelo Salgado



Por mim podia ser domingo todos os dias. Ou mais vezes por semana! Gosto tanto de um bom domingo. Daqueles dias de folga, de preguiça ou de passeio, em que o tempo dá para mais coisas que nos deixam felizes. Para passar mais tempo no conforto da casa e na cozinha. E para fazer um brunch ou um lanche com amigos. Ou simplesmente mimar quem amamos com uma torre de panquecas. Super gulosas e atrevidas, mesmo com ar domingueiro, a sorrirem para nós.

Esta receita vem do livro novo "Estava Tudo Ótimo" da querida Teresa Rebelo do Lume Brando. Um dos primeiros blogues que comecei a seguir, quando comecei o meu. A Teresa é uma inspiração, e o livro está mesmo lindo e cheio de boas ideias. Este bolo de panquecas já foi repetido duas vezes, o recheio de creme de chocolate e avelãs e o molho de caramelo dizem tudo, adoro.
Sei que será repetido mais vezes, e que será receita que nos acompanhará em muitos e doces domingos.





Bolo de Panquecas com Nutella e Molho de Caramelo Salgado

Para as Panquecas:
2 ovos batidos
210gr de farinha com fermento
40gr de açúcar amarelo
pitada de sal
1 colher (chá) bem cheia de fermento
70 ml de azeite extravirgem suave
320ml de leite
2 gotas de extrato de baunilha

Para o Recheio e Cobertura:
200gr de nutella
avelãs tostadas q.b.

Para o Molho de Caramelo (fiz o dobro da receita):
3 colheres (sopa) de açúcar
3 colheres (sopa) de água
3 colheres (sopa) de natas
1 pitada de flor de sal


Preparação

Preparar o molho de caramelo salgado, colocando o açúcar e a água ao lume num tacho de fundo espesso. Tapar e deixar ferver uns 5 a 10 minutos, e ir vigiando até atingir o tom de caramelo dourado, sem nunca mexer. Apagar o lume quando sentir o cheiro bom do caramelo, sem deixar que fique muito escuro para não amargar. Juntar as natas com cuidado (vai borbulhar), mexer bem com um batedor de varas e juntar a pitada de flor de sal, mexer e está pronto a usar. Com o passar do tempo e arrefecendo fica ligeiramente mais espesso.
Para as panquecas, numa taça grande colocar a farinha, fermento, açúcar e pitada de sal. Abrir um buraco no centro e colocar o leite, azeite, ovos e baunilha. Bater muito bem até ficar sem grumos.
Untar uma frigideira pequena com azeite e levar ao lume. Quando estiver bem quente, colocar uma concha pequena de massa de panquecas. Deixar cozinhar a panqueca até formar bolhas à superfície. Nessa altura, virar a panqueca com uma espátula e deixar cozinhar por alguns segundos. Retirar e repetir até acabar a massa.
Para montar a torre de panquecas, colocar uma panqueca no centro de um prato de servir e barrar com nutella. Sobrepor outra panqueca e repetir até terminarem as panquecas. Barrar o topo com nutella. Verter por cima o molho de caramelo salgado e espalhar as avelãs tostadas e picadas grosseiramente.

Bom Apetite!







Parfaits de Banoffee Saudáveis



Os dias têm estado tão quentes e cheios de sol. As mangas curtas durante o dia sabem a verão. E à mesa ainda reinam os petiscos mais frescos e leves. Por enquanto mantenho o forno pouco aceso, até pela falta de tempo. E penso mais em receitas práticas, rápidas e leves. Que usem os produtos da estação. Que me transmitam conforto, mas sem serem demasiado pesadas. 

Já sabem que adoro sobremesas em frascos ou copinhos, com várias camadas e texturas, para comer à colherada. E gosto ainda mais quando as posso chamar de pequenos-almoços! Nutritivos e deliciosos. E que se podem comer a qualquer hora do dia. Adoro comida de pequeno-almoço a qualquer refeição. Basicamente sou uma gulosa, mas com regras, que podem ser quebradas quando apetece.

E se por vezes a vontade de comer uma fatia de uma tarte Banoffee é enorme, há muitas mais vezes em que essa vontade pode ser substituída por uma receita assim, mais leve. Inspirada na dita tarte, com caramelo ou doce de leite, banana e natas batidas, mas aqui numa versão da Izzy do 'Top with Cinnamon', mais saudável mas que agrada bastante. Digo que sim, que adoro e que já fiz mais que uma vez. E que o caramelo de tâmara é viciante, a sério. Para mim é perfeito, a cada colherada.




Parfaits de Banoffee Saudáveis
(adaptado do blog 'Top with Cinnamon')

(serve 3 frascos ou copos)
1 banana madura
1 e 1/2 chávena de iogurte natural
1/2 colher (chá) de pasta de baunilha
2/3 chávena de granola (usei esta receita
1 receita de caramelo de tâmara (em baixo)

Caramelo de Tâmara:
1/3 chávena de tâmaras descaroçadas
1/3 chávena de leite
1/2 colher (chá) de pasta de baunilha
pitada de sal


Preparação

Para preparar o caramelo de tâmara, colocar os ingredientes todos num processador, e triturar até formar uma pasta. Colocar a pasta num tachinho e levar a lume brando, mexendo, durante uns 5-10 minutos até engrossar e reduzir de volume. Deixar arrefecer completamente.
Misturar o iogurte com a pasta de baunilha. Cortar a banana em rodelas finas.
Para montar os copinhos, fazer camadas de 2 colheres de sopa de granola, algumas rodelas de banana, 1 colher de sopa de caramelo de tâmara e colheradas do iogurte. Repetir mais uma vez as camadas em cada copo. Para servir, salpicar com mais granola, e a restante banana ou caramelo.

Notas: se não for para comer logo deverá colocar umas gotas de sumo de limão nas rodelas de banana e refrigerar os frascos. Poderá usar qualquer outra granola. Usei tâmaras medjool, mas poderá usar das mais pequeninas que se encontram facilmente. O ideal será servir de imediato ou até umas horas após serem montadas as camadas nos copinhos. Pode ser feito à noite e servido de manhã.

Bom Apetite!







Uns Tacos e uma Exposição de Fotografia



Este post não é sobre uma receita. É sobre várias receitas, sobre convites da minha cidade, sobre o mar, o peixe e o marisco na nossa mesa, sobre fotografias que contam histórias e um grande sorriso por estar aqui a partilhar convosco este momento.
Há uns meses atrás tive um convite para realizar uma exposição fotográfica no 'Museu do Mar'. A criar de raiz novas fotografias e imagens, com um tema que se adaptasse ao local onde iriam ser expostas. Aceitei. E saí da minha zona de conforto. Rumo ao mar e ao que dele vem.
Apesar de já ter feito uma exposição de fotografia, esta seria totalmente diferente. Fotografias novas, imaginar uma história com mar e peixe na nossa mesa. Uma mesa no mar.

Foram dias diferentes, em que o peixe e o marisco reinaram e os bolos e as bolachas ficaram mais esquecidos, em que fotografei o que nunca antes tinha fotografado. E me diverti imenso a fazê-lo. E a melhor parte, depois de fotografar, comer os petiscos! Domingos com mexilhões e ameijoas, e a família à mesa é sempre bom. O cheiro a peixe fresco e a maresia entranhou-se na casa. E posso dizer que estou muito feliz com o resultado.
"Uma mesa no mar" é o nome da minha segunda exposição de fotografia de comida, o local é o Núcleo Museológico do Mar na Figueira da Foz, e está aberta ao público com entrada gratuita.
Queria agradecer à Paula Cardoso pelo convite, aos museus da Figueira, à minha cidade que acredita em mim, e a todos os que ajudaram a tornar esta tarefa tão mais saborosa (desde amigos, a minha família, pescadores locais e a nossa peixeira de confiança).

Deixo-vos ainda uma receita de uns tacos super simples e coloridos, feitos para aproveitar alguns dos camarões que sobraram de uma sessão fotográfica e que foram petiscados em seguida. Nada se perde, nem se desperdiça, e por aqui nenhum texto vem sem uma receita, sem uma partilha. Prática, rápida e fresca, com um pouco de "fogo" para aquecer, cheia de cor e coisas boas.
Estou feliz, por partilhar tudo isto convosco. A simplicidade de uma receita. A beleza dos elementos crus, dos brilhos, das escamas, do gelo. Uma mão cheia de fotografias disparadas por alguém que não é fotógrafa. Uma exposição de imagens que vêm do meu mar, desse mar que se come na nossa mesa. Do peixe fresco nas redes, acabado de apanhar pelos pescadores locais. Do cheiro do mar, dos salpicos das ondas. Estou verdadeiramente em casa.




Tacos de Camarão e Abacate com Molho de Iogurte, Coentros e Lima

4 tortilhas de milho
20 camarões cozidos e descascados 
1 dente de alho picado
azeite q.b.
sumo de lima q.b.
sal q.b.
1 abacate grande descascado e cortado em cubos
1/2 manga descascada e cortada em cubos
2 chávenas de tomates cherry cortados ao meio
couve roxa fatiada finamente q.b.
coentros frescos picados q.b.
malagueta picada (sem sementes) q.b.

Molho:
1 iogurte natural
1/2 colher (chá) de malagueta picada (sem sementes)
raspa e sumo de 1/2 lima
2 colheres (sopa) de coentros frescos picados


Preparação

Colocar uma sertã ao lume com um fio de azeite e o alho picado. Adicionar os camarões e ir mexendo até ganharem cor. Apagar o lume, juntando em seguida umas gotas de sumo de lima, mexer e reservar. 
Preparar o molho de iogurte misturando todos os ingredientes numa taça.
Numa outra taça colocar o abacate, a manga e os tomates cherry coloridos. Misturar e temperar com uma pitada de sal e um pouco de sumo de lima. Juntar a malagueta picada a gosto, alguns coentros picados e os camarões, envolvendo tudo.
Numa sertã ao lume, tostar as tortilhas de ambos os lados, até dourarem.
Servir as tortilhas com uma camada de couve roxa fatiada finamente, a mistura da salada de abacate e camarão, salpicar com o molho de iogurte e com mais coentros picados a gosto.

Bom Apetite!






'Uma Mesa no Mar', por Maria Inês Mendes
Núcleo Museológico do Mar, Figueira da Foz
Datas: 17 Outubro 2016 a 3 Fevereiro 2017
Entrada Gratuita